« Home | alegria! » | casa do gaiato... » | heróis do futebol... » | 1100 » | o que vai cá dentro.. » | um fim de semana em boa Companhia... » | orgulho... » | companhia... » | a simplicidade de Teresa... » | 100 posts » 

quarta-feira, julho 12, 2006 

olhos de muitos...


UNHCR/L. Jackson - Alguns dos 350,000 refugiados
da Serra Leoa, na Guiné em 1999

Ouvi um dia que "a razão pela qual à pais que não podem ter filhos, é porque há filhos que não têm pais".


Sábias palavras que recordo hoje, depois do Decreto da Assembleia da República n.º 64/X, que regula a procriação medicamente assistida, ter sido aprovado pelo nosso Presidente da República.

Ainda não consigo avaliar o mérito desta decisão, mas não deixei de me sentir desafiado pela leitura de hoje da Missa, que reza assim:

"Israel era uma vinha frondosa, que dava muitos frutos. Quanto mais abundavam os seus frutos, tanto mais multiplicou os seus altares. Quanto mais prosperou a sua terra, mais ricas estelas construiu. O coração deles é falso: vão sofrer o devido castigo; Ele mesmo derrubará os seus altares e deitará abaixo as suas estelas. E dizem: «Não temos um rei, porque não tememos o SENHOR; e que poderá fazer por nós o nosso Rei?» Samaria está aniquilada, o seu rei é como uma palha à deriva sobre a superfície da água. Os lugares altos de Bet-Aven, o pecado de Israel, serão destruídos. Os espinhos e os abrolhos crescerão sobre os seus altares. Dirão então às montanhas: «Cobri--nos!» E às colinas: «Caí sobre nós!» Lançai sementes de justiça, colhei segundo a misericórdia, lavrai terras incultas. É tempo de buscar o SENHOR, até que venha e faça chover a justiça para vós. " - Livro de Oseias 10,1-3.7-8.12.

Parece-me que continuamos a erigir altares aos deuses da ciência e do progresso. Basta-me um olhar para o passado século XX europeu, para perceber os enormes riscos desta afirmação de "Não temos Rei", e do quando esta presunção se torna aniquiladora da humanidade.

Basta-me um olhar para a foto para perceber um egoísmo do nosso mundo, que cheio de si próprio, da sua vida opulente e muitas vezes só e miserável, pretende forçar a criação de algo que tem de lhe sair das entranhas e do seu umbigo, pois senão não presta, quando há tantos pequenos olhos que nos olham e gritam com a esperança de um amor maior e de uma vida feliz e humana.

Novos desafios se nos afiguram, mas canto o salmo de hoje [Salmo 105(104), 2-7], na alegria da certeza de que o Senhor é o meu Deus e governa sobre a terra!

"Cantai-lhe hinos e salmos, proclamai as suas maravilhas. Orgulhai-vos do seu nome santo; alegre-se o coração dos que procuram o SENHOR. Recorrei ao SENHOR e ao seu poder e buscai sempre a sua face. Recordai as maravilhas que Ele fez, os seus prodígios e as sentenças da sua boca, vós, descendentes de Abraão, seu servo, filhos de Jacob, seu escolhido. Ele é o SENHOR, nosso Deus, e governa sobre a terra!" - Salmo 105

Desejo-vos um dia muito feliz! :)

Links para este post

Criar uma hiperligação


M

  • Deixo aqui as minhas pegadas para saberem que por aqui passei e que por aqui não fiquei!



<bgsound src="http://www.manuelsalgado.net/Imagens/iwillfindyou.mp3" width=46 height=60 controls="smallconsole" autostart=true loop=true > </bgsound>
Powered by Blogger
hidden hit counter